Município investiu mais de mil reais por dia, entre janeiro e fevereiro, na realização de exames e cirurgias particulares

A saúde da população têm sido uma das principais prioridades da gestão municipal. De acordo com um levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, apenas nos dois primeiros meses desse ano, o município já investiu R$ 64.560,00 com a realização de exames e cirurgias particulares direcionados para pessoas de baixa renda que não possuem condições de esperar pelo Sistema Único de Saúde, o SUS.

Segundo os dados do levantamento, no mês de janeiro foram investidos R$ 39.775,00 e no mês de fevereiro R$ 24.785,00, o que dá uma média de R$ 1.095,00 por dia. Ainda segundo o levantamento, se os investimentos realizados nesse sentido continuarem nessa média, ao final do ano o município terá colocado à disposição das pessoas carentes mais de R$ 387.000,00, aponta.

O prefeito Mauricinho lembra que a realização desse tipo de exames não é de obrigação do poder municipal, e sim federal, mas faz porque a população necessita. “Sabemos que não é nossa obrigação esses investimentos, mas não podemos negar a mão às pessoas da nossa cidade em situações delicadas que são essas de saúde, e usamos os recursos próprios do município a favor delas”, pontua.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, nos últimos 04 anos foram investidos mais de R$ 2.000.000,00 (dois milhões) na realização desses exames e cirurgias particulares, todos pagos com recursos próprios do município. E lembra, ainda, que o Hospital Municipal Flaviana Jacinta realizará mensalmente, ou de acordo com a demanda, pequenas cirurgias na Sala de Exames de Média Complexidade, inaugurada nesta gestão.