Ações contra Hepatites Virais e DST’s atendem mais de mil pessoas durante campanha de alerta

Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação

A Secretaria Municipal de Saúde apresentou o balanço das ações de combate as Hepatites Virais e DST’s realizadas no mês de julho durante a campanha “Julho Amarelo” que visa alertar e orientar a população sobre estas doenças. Ao todo, foram realizados 1.005 procedimentos como vacinações contra as hepatites, testes rápidos e atendimentos de sinais vitais.

Em Grossos, além das atividades nas unidades de saúde, os profissionais da secretaria realizaram ação no Largo da Prefeitura, objetivando atender o maior número possível e alertando sobre as hepatites, visto que a região possui uma grande quantidade de pessoas em vulnerabilidade social e dependentes do álcool.

De acordo com a secretária adjunta de saúde, Raquel Raíza, mesmo com o fim da campanha os atendimentos irão prosseguir diariamente em todas as unidades de saúde com a disponibilização da orientação, vacina e acompanhamento, quando for necessário. Ainda de acordo com Raquel, apenas nestas ações foram efetuadas 200 vacinações, mostrando que é preciso que as pessoas busquem o atendimento e se informem. “Esse é o grande desafio da campanha, saber se tem ou não a doença, por isso convocamos e recomendamos que a população grossense participe, realizando os testes e se informando”, explica.

HEPATITES VIRAIS

Hepatites virais é um grave problema de saúde pública. Hepatite é a inflamação do fígado, que pode ser causada por vírus, uso de remédios, álcool e outras drogas, além de doenças. É uma doença silenciosa que nem sempre apresenta sintomas. Milhões de pessoas no Brasil são portadoras de algum tipo do vírus e não sabem, correndo o risco da doença evoluir e causar danos mais graves ao fígado como cirrose e câncer. Para evitar o contágio, primeiramente, evitar o contato com sangue. Não compartilhar qualquer objeto cortante ou perfurante e, principalmente, usar sempre camisinha.