Encontro trata sobre ações para promoção e valorização do artesanato local

Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação

A implantação de uma política efetiva de apoio aos artesãos do município foi o tema principal da reunião entre as secretarias de assistência social e turismo com as produtoras de peças artesanais locais realizada na tarde dessa sexta-feira (04). O encontro de iniciativa do governo municipal buscou apresentar ações e formas de fomentar uma das principais fontes de renda de famílias grossenses.

Mais de 40 artesãs da zona urbana e rural do município participaram do momento que foi comandado pela primeira dama e secretária de assistência social, Luzia Ghiorgia, que apresentou o Programa de Apoio ao Artesanato (PROART) que visa apoiar mais de 20 mil artesãos em todo o Estado. De acordo com Luzia, o programa é uma oportunidade de buscar benefícios que venham a agregar valor às peças produzidas aqui e assm beneficiar as produtoras.

Entre as discussões do encontro, foram expostas diversas ideias para a valorização do artesanato na cidade, como a realização de uma feira de artesanato local, a cessão de barracas para comercialização de peças em pontos estratégicos nos finais de semana, a criação da carteira do artesão, a realização de capacitações e a criação de uma associação ou cooperativa que formalize o trabalho de artesanato produzido na cidade.

A secretária adjunta de turismo e eventos, Daniele Marçal, apresentou a elaboração do Cadastro do Artesão para a renovação do banco de dados do executivo municipal, visto que o último cadastro do tipo foi realizado no ano de 2014. De acordo com Daniele, além do caráter informativo, o cadastro auxilia na seleção de artesãos para participação em feiras e eventos, entre outros benefícios. Ela também apresentou o programa “Rota das Falésias”, uma das principais ações da gestão municipal para desenvolver o turismo local.

Em consenso, ficou definido o dia 1º de setembro como a data para o próximo encontro que deve tratar sobre a realização da feira local de turismo e deve contar também com a presença de uma empresa especializada na criação de associações para mostrar os benefícios que esta trará para os artesãos locais.

Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação
Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação
Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação
Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação
Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação
Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação
Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação