Cadastro para receber peixe e pão na ‘Semana Santa’ inicia nesta quarta-feira no Córrego

No ano passado, 99 famílias carentes da comunidade do Córrego receberam o 'desjejum santo'. (Foto: Matheus Felipe/Secretaria de Comunicação)

Começa nessa quarta-feira, 07, o recadastramento e cadastro de novas famílias que tem interesse em receber o peixe e o pão na ‘Semana Santa’ através do programa “Desjejum Santo”. A ação terá início pela Comunidade do Córrego, a partir das 08h, na Escola Municipal São José.

As famílias que receberam o benefício no ano passado devem apenas se dirigir ao ponto de cadastro para confirmar o interesse em receber novamente. Já as que não receberam devem fazer o cadastro apresentando documento original com foto (RG) e CPF.

A Secretaria do Gabinete Civil, responsável pelo programa, lembra que o benefício é direcionado para a família, ou seja, apenas um morador da residência poderá receber o peixe e o pão. Todo o programa será custeado com recursos próprios do município.

PROGRAMA “DESJEJUM SANTO”

Na manhã dessa segunda-feira, 05, o prefeito Mauricinho anunciou que a gestão irá realizar, em mais um ano, o programa “Desjejum Santo”, que distribui peixe e pão para famílias carentes durante a ‘Semana Santa’. Essa é a 6ª edição da ação que acontece desde o primeiro ano da atual administração.

A expectativa é que quase duas toneladas de peixe e cerca de dois mil pães sejam entregues para as famílias que serão beneficiadas em toda a zona urbana e rural do município. A entrega acontecerá na quarta-feira, 28, em todas as comunidades e na sede da cidade.

Para o prefeito Mauricinho, a ação é uma forma de estar presente ao lado dos amigos e do povo da cidade num momento tão importante do calendário cristão. “Não é só entregar o peixe e o pão, mas apertar a mão, dar um abraço e poder contribuir nesse momento especial”, destaca.

Na quinta-feira, 08, o cadastro acontecerá na Comunidade de Valença. Já na sexta-feira, em Areias Alvas. Em Grossos, a ação acontecerá de 14 à 16, na Casa de Cultura Popular “Dehon Caenga”.