Bate-papo atrai mais de 50 empreendedores locais para debater sobre negócios

Evento foi uma parceria da Prefeitura Municipal de Grossos com o SEBRAE

Foto: Matheus Felipe

Uma parceria da Prefeitura Municipal de Grossos e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) possibilitou que mais de 50 empreendedores do município participassem de um bate-papo de negócios na noite dessa terça-feira, 21. O evento aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores e faz parte da programação da “Semana do Empreendedor 2019”.

Entre os temas tratados durante o bate-papo, destacamos a apresentação de linhas de crédito, através do Banco do Nordeste, e o compartilhamento de cases de sucesso como a realização do Festival Gastronômico do Atum, apresentado pelo gerente de turismo da cidade de Areia Branca, Daniel Araújo, que falou da experiência e do desenvolvimento da atividade que se consolidou já em sua primeira edição.

O prefeito Mauricinho participou do evento e classificou o momento como muito positivo para o desenvolvimento da cidade. “Eu hoje sou gestor da cidade, mas a minha vida profissional começou como autônomo, vendendo sal, depois abrindo minha empresa de artemias e ajudando o município a se desenvolver, gerando empregos, assim como vocês, pois não importa se é uma pequena lanchonete ou um hotel, quando gera renda está ajudando a cidade a crescer, e isso é muito importante”.

Durante a programação, o represente do SEBRAE, João Vidal, entregou ao prefeito uma cópia da lei municipal que trata sobre a participação de micros e pequenas empresas em licitações. De acordo com Vidal, o documento está defasado, prejudicando a participação dos pequenos empresários nos certames. No ato, o prefeito Mauricinho se prontificou em apresentar para a Assessoria Jurídica e Contábil o documento para apreciação e alterações, de modo que venha a facilitar e contemplar os MEI’s nos processos licitatórios.

Ainda no evento, a Secretaria Municipal de Turismo, através da sua titular adjunta, Daniele Marçal, apresentou aos empreendedores presentes o programa “Cadastur”. Idealizado pelo Ministério do Turismo, o projeto objetiva que negócios do ramo turístico, como lanchonetes, restaurantes, pousadas, hotéis, bares, agências de viagens, transportes coletivos, entre outros, se incluam no cadastro para facilitar a busca de turistas que optem por conhecer o município ou a região. O Cadastur é gratuito e ainda pode gerar benefícios para o comerciante.

Foto: Matheus Felipe
Foto: Matheus Felipe